HOME | NOTÍCIAS | VÍDEOS
> NOTÍCIAS

05/03/2018
Alunos do 5º ano são estimulados a resolver problemas matemáticos com jogos

Alguém já parou para pensar em por que as questões matemáticas são chamadas de “problemas”? No imaginário coletivo, problema é coisa difícil, que ninguém quer ter. Por outro lado, ele pode ser encarado como um desafio, do qual vamos sair mais fortes e experientes quando conseguirmos achar uma solução. Para simplificar os conceitos matemáticos e mostrar que nem sempre um problema é um bicho de sete cabeças, a professora Melina Endraos, tutora do 5º ano, estimula o raciocínio dos alunos com jogos em sala de aula. 
 
 
“Se pararmos para observar, a linguagem matemática está presente no nosso cotidiano e aprender a perceber esse contexto trará muito mais significado à aprendizagem. Partindo do pressuposto que as crianças possuem uma grande capacidade de raciocinar e colocar em prática sua aptidão de resolver situações-problemas, a proposta de um jogo em sala de aula torna-se primordial não só para a interação social, mas também para ajudar aqueles alunos mais tímidos que têm vergonha de perguntar e acabam construindo uma ideia errada da Matemática”, disse Melina.
 
 
Para estimular os cálculos mentais de adição e subtração, por exemplo, os alunos jogaram “Salute”. Com o “Ta Te Ti”, um jogo de estratégia e raciocínio lógico, puderam perceber que é possível expressar, comunicar ou descrever um objeto utilizando as formas e, também para isso, utilizaram o “Tangram”, um jogo milenar e muito divertido. 
 
 
Melina explica que essas e outras atividades lúdicas estão diretamente relacionadas ao crescimento cognitivo da criança. “Essas situações didáticas são potentes para desenvolver não só habilidades e competências para construir suas estratégias pessoais, como, também, ampliam o senso crítico, a investigação na busca de resolver o problema proposto”, explicou.
 
 
A tutora destacou ainda que esses jogos são parte essencial do aprendizado em sala de aula e foram planejados de acordo com os objetivos e desafios propostos para a série. “Situações utilizando jogos em sala de aula servem para todas as idades. Basta verificar um desafio adequado e lançá-lo para que incentive a resolução de problemas”, concluiu.

 



 
0 comentário(s) para esta notícia.
 


NOME:
E-MAIL:
COMENTÁRIO:

 
> MAIS NOTÍCIAS
 
Rua Mangalô, 156, Colina A, Patamares, CEP 41680-048 - Tel (71) 3367-2173 | 3367-3040 | 3367-7308 | 3367-3041
secretaria@anglobra.com.br